PULSEIRISMO: MIX DE PULSEIRAS “DESCOMBINADAS”

Pulseirismo é “bagunça organizada”. É um mix harmônico de pulseiras e que conversa com a roupa escolhida.

Quando se fala em pulseirismo quanto menos homogeneidade no tipo, nas cores e nos materiais, melhor. Estou falando de uma “bagunça organizada”, pois o mix de pulseiras precisa estar harmônico entre si e também precisa “conversar” com a roupa escolhida.

Pulseirismo: uma bagunça organizada e harmônica.

Então, aí vão algumas dicas que vão te ajudar muito a exercitar o pulserismo:

1. Escolha diferentes tipos de pulseiras e materiais

Vale combinar couro com metal, prata com dourado, pedras com superfícies lisas e assim por diante, pensando sempre na ocasião.

Se for de descontração um mix mais festivo. Em situações mais sóbrias, algo mais discreto.

2. Use as cores conforme o seu estilo

A ocasião, sozinha, não rege essa orquestra. As cores entram dando o ritmo à cena.  Então, pessoas de personalidade discreta preferem um pulseirismo mais neutro, sem cores muito chamativas. 

E dá para ser moderada no uso de cores e manter-se atual. Pense em um mix de tons preto, cobre ou marrom para uma composição mais séria.

Por outro lado, um mix de cores vai dar um up no visual se essa for sua opção.  Compor um arranjo bem colorido ou usando duas cores de alto contraste vai deixar o visual despojado e alegre.

3. Combine o mix com o restante do look

Roupas e acessórios precisam dialogar entre si.  

Se montou um figurino do estilo Boho Chic, o pulseirismo deve seguir no mesmo caminho: colorido e despojado, cuidando para harmonizar as cores das pulseiras com as da roupa. Se o look for um pouco mais clássico, Talvez peça uma revisão  na combinação.

4. Preste atenção na ocasião

Por exemplo, quando você for a uma festa ou balada noturna, a sofisticação é quem dá o tom. Nesse caso, deixe o couro e as cores de lado e invista nos acessórios brilhantes, com pedras tipo zircônia, cristal Swarosvki e um menor número de pulseiras, para  dar mais elegância à produção final.

5. Bom senso, a mãe de todas as escolhas!

Sem querer ditar regras, o senso comum acaba colocando ressalvas aos excessos no pulseirismo. Um resultado mais assertivo se consegue sem exageros na quantidade de peças a serem usadas. Isso evita que o seu braço fique pesado, carregado demais, interferindo muito no look.

Dica de ouro

Evite que o mix ultrapasse a metade do antebraço, incluindo o relógio se resolver usar.

É super-importante que você se olhe no espelho e sinta que o pulseirismo que montou faz sentido com a sua roupa.

E você, tem alguma dica sobre como usar várias pulseiras juntas? Tem algum critério para compartilhar? 

Veja também o post sobre os CONCEITOS BÁSICOS DO PULSEIRISMO.

Então… você quer dicas de Dicas de Estilo e Comportamento? Siga meu perfil no Instagram: reginacmpacheco_oficial

Regina Pacheco

Mentora de imagem e estilo. com mais de três décadas trabalhando em ambientes corporativos, hoje conectada com seu momento de vida e com a sua essência.

Deixe uma resposta